22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,25 Dólar R$ 5,29
0°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 6,25 Dólar R$ 5,29

Publicidade

Região

Machadinho: ações de combate à violência contra a mulher

Os voluntários do projeto, receberão um adesivo de identificação para colocar na residência

Os voluntários do projeto receberão um adesivo de identificação para colocar na residência.
Por Da redação/ Ascom
Foto Divulgação

 

O CRAS de Machadinho vem desenvolvendo ações de cunho preventivo visando o combate à violência contra mulher no município. Entre as atividades da campanha “Em casa: Isolada sim, sozinha não” será lançado uma rede que servirá de apoio para que as mulheres possam procurar ajuda. De acordo com orientações da ONU, a qual vem incentivando ações no mundo todo ligados a essa temática,  em Machadinho será criada a chamada “Rede de Vizinhos”, com intuito de formar uma grande rede de solidariedade e estimular a denúncia com o objetivo de mostrar às mulheres que não precisam se calar diante de qualquer tipo de agressão e saibam como se proteger e buscarem seus direitos.

De acordo com a psicóloga do CRAS  Déborah, dar atenção a violência contra mulher em tempos de pandemia é extremamente necessário, uma vez que isso mostra que temos uma rede de atenção e quem pratica atos violentos deve sim se sentir acuado, reprimindo a incidência desse tipo de violação, bem como, nesse momento de fragilidade, mostrar para as vítimas que existem maneiras e possibilidades de sair de uma situação opressora.

Como a Rede de Vizinhos irá funcionar?

 A assistente social do CRAS Emanuele informa que a Rede de Vizinhos será organizada por meio de pequenos grupos de pessoas voluntárias, nas próprias comunidades em que estão inseridas e que estejam dispostas a acolher denúncias e pedidos de ajuda de mulheres vítimas de violência, para posterior encaminhamento aos órgãos de proteção.  Para fazer parte da rede será necessário entrar em contato com o CRAS por meio do Faceboock (Cras Creas Machadinho) e whatsapp (54 35511536 ou 54 984026569) com a mensagem #vizinhacontecomigo.

A pessoa que fizer parte da rede irá receber um adesivo de identificação que deverá ser fixado em sua residência, possibilitando que as vítimas saibam que ali ela encontra alguém de referência que pode lhe auxiliar no enfrentamento a situação de violência. Para as profissionais do CRAS, como forma de potencializar essa ação, os integrantes da Rede de Vizinhos receberão orientações técnicas para agir quando forem procurados. Ressaltam ainda que o objetivo primordial das ações é prevenir que a violência contra mulher se agrave pelo medo de realizar a denúncia e pedir ajuda, visando especialmente o fortalecimento e empoderamento das mulheres.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas