14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Economia

Federasul entrega a Bolsonaro o Relatório da Jornada de Integração

Presidente recebeu os 24 pleitos definidos pelos Fóruns Regionais da entidade

teste
Presidente da Federasul, Anderson Trautman Cardoso, entrega demandas regionais de infraestrutura
Presidente da Federasul, Anderson Trautman Cardoso, entrega demandas regionais de infraestrutura
Presidente da Federasul, Anderson Trautman Cardoso, entrega demandas regionais de infraestrutura
Por Assessoria de comunicação
Foto Divulgação

Com o relatório da Jornada de Integração na mãos, o presidente Jair Bolsonaro, disse ao presidente da Federasul, Anderson Trautman Cardoso, que vai analisar as 24 demandas regionais na área de infraestrutura. Ele definiu os ministros Onyx Lorenzoni e Tarcísio Gomes de Freitas, para darem andamento aos pedidos. O relatório foi entregue ao presidente depois do encontro com  Bolsonaro, onde participaram os presidentes das 27 Federações que integram o sistema CACB. Na sua essência, o relatório destaca as 24 prioridades regionais

A reunião com Bolsonaro foi a terceira agenda do dia que começou cedo, em Brasília. Depois de um encontro de alinhamento na sede da Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB), os presidentes de Federações, mais representantes da UNECS, dos jovens empresários e das mulheres empresárias, almoçaram com a diretoria do Sebrae, onde pautas de incentivos e projetos aos empreendedores foram debatidas.

Na terceira agenda do dia, os dirigentes de entidades empresariais se encontraram com o presidente Jair Bolsonaro, onde discutiram uma pauta econômica que incluiu as reformas, o custo Brasil, a renegociação dos débitos tributários e a MP do ambiente de negócios, entre outros itens. Esta agenda teve a participação do ministro Paulo Guedes.

O relatório da Jornada de Integração traz uma síntese dos oito Fóruns Regionais realizados pela Federasul desde fevereiro. Cada um definiu três prioridades, apontando as possíveis fontes de recursos e estratégias necessárias para sua implantação.  Ao todo, são 24 prioridades. Foi elaborado com a intenção de ajudar o governo a identificar as principais demandas para o desenvolvimento. O presidente da Federasul acredita que “a parceria entre os setores público e privado ajudará o Brasil a sair mais rápido da crise”.

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas