14°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Publicidade

Região

Benjamin Constant do Sul: trabalho mais humanizado e próximo da população

Por meio do CRAS são organizados e ofertados serviços de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS)

teste
Divulgação
Por Da redação
Foto Divulgação

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é a porta de entrada da Assistência Social, ou seja, é a unidade que possibilita o acesso de um grande número de famílias à rede de proteção social e de assistência social. É através do CRAS que são organizados e ofertados serviços de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nas áreas de vulnerabilidade e risco social.

“O CRAS possibilita o acesso da população aos serviços, benefícios e projetos de assistência social, se tornando uma referência para a população local e para os serviços setoriais”, afirma Marcela Andrade, coordenadora do CRAS de Benjamin Constant do Sul.

A coordenadora salienta que este trabalho é realizado através da acolhida das pessoas que chegam até o CRAS, sendo esta uma ação presente em todos os serviços, programas e projetos socioassistenciais, em especial na oferta pública do trabalho social com famílias por meio do serviço de Proteção e Atendimento Integral a Famílias, o PAIF.

 “Trabalhar no CRAS como coordenadora é um grande desafio, mas ao mesmo tempo é uma função extremamente gratificante. Quando nós, juntamente com a Secretaria de Assistência Social, conseguimos atender, e auxiliar, positivamente uma pessoa através de nossas ações, é uma grande alegria e um grande fator motivacional para nossa equipe”, afirma.

E, acrescenta, “felizmente, nós temos uma ótima estrutura física e uma boa equipe de trabalho, além de termos autonomia e o aval do secretário de Assistência Social, Airton Franceschi, que sempre nos auxilia na elaboração e execução dos projetos. Essa sintonia entre o CRAS e a Assistência Social é superimportante, e nos possibilita realizar um trabalho mais humanizado, mais próximo da população e, consequentemente, realizar atividades que tenham impacto positivo em nossa comunidade”.

Marcela ressalta que considerando o momento delicado que se está vivendo, em virtude da covid-19, se está reinventando o cotidiano da instituição. “Temos algumas atividades programadas para voltar e outras suspensas por tempo indeterminado. No momento, precisamos evitar aglomerações, cuidar de si e do outro. Contem com a equipe do CRAS sempre que for necessário, estamos prontos para atender a toda população”, enfatizou.

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas