25°C
Erechim,RS
Previsão completa
0°C
Erechim,RS
Previsão completa

Saúde

Caminhada e palestra fortalecem a mensagem de cuidado e atenção aos idosos

teste
Cerca de 200 pessoas participaram do movimento
Por Izabel Seehaber
Foto Izabel Seehaber

Alegria, expectativa e entusiasmo. Essas foram algumas das características observadas na tarde desta quarta-feira (15), em Erechim, durante a caminhada que marcou o Dia Mundial de Conscientização sobre a Violência Contra a Pessoa Idosa.

A ocasião contou com cerca de 200 participantes que estiveram envolvidos no mesmo propósito: chamar a atenção da sociedade para o tema e ampliar o respeito permanente ao público.

O ato foi promovido pela Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio do Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos (Comid).

Para a integrante do grupo Maturidade Ativa do Sesc, Cleudes Schenatto, a ideia foi conscientizar as pessoas de que os idosos são muito importantes e exercem um papel incomparável. “Eles têm muito a oferecer e os jovens têm muito a aprender. Cresci junto aos meus avós, aprendi a amá-los, respeitá-los, por si tenho muito carinho pelas pessoas idosas”, declarou.

Segundo Cleudes, algo que poderia receber uma atenção mais específica no município de Erechim são as vias públicas. “Percebemos que ainda não há muita acessibilidade para os munícipes, principalmente aqueles que caminham com mais dificuldades”, comentou. Outro aspecto é o atendimento médico hospitalar que, conforme a erechinense, poderia, em alguns casos, ser mais ágil e eficiente.

União de esforços

A presidente do Comid, Daiana Taborda, ressaltou que a programação foi construída por todos os membros do Conselho com diversas parcerias, dentre elas, o apoio de equipes dos Cras, Creas, e de entidades que fazem parte do Comid e atendem idosos de forma direta ou indireta. “Pensamos em fazer um movimento para mostrar a sociedade que os idosos estão presentes e que infelizmente ainda há muitos casos de violência e todos precisam ficar atentos em relação a isso”, alertou.

Na mesma linha, a vice-presidente do Comid, Cláudia Manica de Quadros, enfatizou que há muitos desafios, tanto no meio familiar como no social. “Desse modo, buscamos sempre resgatar os valores, essencialmente da presença e cuidado no dia a dia. É preciso entender que um dia poderemos chegar a essa idade”, enalteceu ao agradecer a todos os envolvidos na proposta do evento.

Jeito de cuidar

A Unimed Erechim possui representação no Comid e também esteve mobilizada na ação em prol dos idosos. Conforme a enfermeira, Daiana Dal Vesco, a instituição preza muito pelo cuidado, saúde e valorização dos idosos. “Esse é o nosso jeito de cuidar. Ficamos muito felizes em participar do encontro e acompanhar a presença de tantos idosos”, reiterou.

Autoconhecimento

Após a concentração em frente a Unimed Erechim, foi a vez de fazer um aquecimento e seguir o trajeto até a URI, onde foi promovida uma palestra. Os temas ‘Autocuidado como prevenção de violência’, e também ‘Inspiração: Um nível acima da Motivação’, foram explanados pela escritora, Magna Regina Tessaro Barp, no Salão de Atos da URI.

De forma envolvente e animada, a palestrante falou sobre quais comportamentos humanos são causadores da violência. Ela destacou que é fundamental falar sobre este assunto porque se está vivendo, principalmente na pandemia, mais em casa, e os idosos ficaram mais suscetíveis, estressados, em função de alguns perderem o trabalho e ter diminuição de renda. “Este momento foi de muito desgaste emocional para todas as pessoas e a tendência de violentar os mais fragilizados aumenta. Então, é importante sensibilizar”, explicou.

Magna enfatizou que falta mais compaixão entre as pessoas. “Mas isso só virá quando elas se autoconhecerem e entenderem que as curas emocionais é que irão fazer com que haja mais compaixão com o ser humano, diminua a violência e se conviva melhor entre os seres humanos”, observou ao frisar: “se não curar as suas dores internas dificilmente você terá mais compaixão e amor com o outro”, completou.

Na oportunidade, a secretária de Assistência Social, Clarice Moraes, disse que o cuidado às pessoas idosas é uma das pautas mais importantes da atualidade. “Discutir e planejar políticas públicas voltadas à promoção do envelhecimento seguro é uma das nossas maiores preocupações”, ressaltou ao pontuar que as ações devem ser priorizadas em toda a rede de serviços socioassistenciais, seja na Assistência Social, Saúde, Educação e até mesmo na Cultura.

A programação contagiou o público. Tudo para fortalecer a ideia de cuidado, proteção e amor aos idosos.

 

Publicidade

Blog dos Colunistas