Euro R$ 3,85 Dólar R$ 3,26

Publicidade

Cultura

Última chamada para a festa da cultura

Por Najaska Martins - najaska@jornalbomdia.com.br
Foto Najaska Martins

Feira do Livro encerra neste sábado deixando um legado de conhecimento à comunidade

“Essa feira não foi um evento só para vender livros, pensando apenas no aspecto financeiro, mas sim uma oportunidade de nos trazer tudo de bom que eles podem nos proporcionar, que é a chance de aprender, de conhecer e de imaginar”. A frase da patrona da 19ª edição da Feira do Livro de Erechim, Neide Piran, na tarde de sexta-feira (27), resume o sentimento de objetivo alcançado pelo evento, que tem seu último dia de programação neste sábado (28).

Desde que iniciou, milhares de pessoas puderam conferir a grande variedade de atrações que a feira pôde reunir para públicos de todas as idades. “O evento serviu ainda para encantar e amenizar o peso do nosso dia a dia, já que vivemos tempos tão angustiantes em âmbito mundial. Acredito que é através da cultura, de atividades como as que aqui foram realizadas, que a população pode refletir sobre suas vivências. Aqui nós podemos nos embevecer de cultura, de arte, de música, de alegria. E isso, em resumo, nos trouxe muita esperança para os dias que virão”, concluiu a patrona, ao salientar o convite para o último dia de atividades. "Quem veio pode vir novamente para se despedir e aproveitar, e quem ainda não veio, este sábado é a última oportunidade de vir somar com este evento maravilhoso", completou.

Expectativa de bons negócios para o último dia

Entre os livreiros, o penúltimo dia de programação foi marcado por um misto de satisfação e expectativa de bons negócios para este sábado. O expositor Orides Poli destacou o bom público que visitou a feira durante essa semana. “A visitação é sempre positiva, pois mesmo aqueles que não compraram livros, saíram daqui motivados e certamente criarão essa cultura da leitura, podendo ser futuros bons leitores”, afirmou, ao adiantar que o sábado deve ser de bons descontos para o público do evento. “No último dia sempre têm promoções, já é praxe”, ressaltou.

Proprietário de uma livraria itinerante, o livreiro Diones de Lima Lemes também avaliou positivamente a feira, destacando principalmente o interesse dos leitores erechinenses, já que este é o terceiro evento literário do qual ele participa. “Trabalhamos com uma proposta diferente, que é a de propor novas experiências literárias às pessoas, para que elas se permitam aventurar por opções diferentes da bagagem literária que elas já têm e que as conduz para uma determinada linha de leitura. Entendemos cada livro como uma possibilidade, então, temos aqui cerca de três mil possibilidades e certamente quem vier vai encontrar uma que se encaixe no seu gosto ou na sua expectativa”, destacou.

Programação do último dia

A programação deste sábado inicia pela manhã, com palestra às 9h no Palco Boa Vista, como tema “A importância dos professores na formação da mão de obra futura”, ministrada pelo gerente da unidade da Aurora Alimentos, Marcelo Fiorentin. Às 11h será realizada hora do conto para livreiros. À tarde a primeira atividade será a apresentação das bandas das escolas municipais Cristo Rei, Luiz Badalotti e Caras Pintadas. Para as 14h está programada mais uma hora do conto  e às 15h será apresentado pela União Municipal Espírita o teatro “Eu quero a tua felicidade”, no auditório O Castelinho.

No palco Boa Vista será apresentado pelo Sesc, também às 15h, o espetáculo “O Vendedor de Palavras”. A solenidade de encerramento oficial do evento será às 16h, também no Palco Boa Vista. A Marcha para Jesus, que estava programada para ser a última atividade da Feira foi cancelada.

Leia também

Publicidade

Publicidade

Blog dos Colunistas