Publicidade

Cultura

Neste feriado tem Circo Tholl e Orquestra da Ulbra na Frinape

Tholl Imagem e Sonho
Por Assessoria de Comunicação
Foto Divulgação

Neste Feriado da Proclamação da República do Brasil, 15 de novembro, a Frinape 2018 traz mais alguns lindos espetáculos. Entre eles o Circo Tholl, às 20h30min, e a Orquestra da Ulbra, às 19h. Dentro da programação da Fenamate tem, às 17h30min, show de Shana Muller, com apresentação no Palco 1º andar - Palco Castelinho.

            O acesso ao Parque da ACCIE, local aonde se realiza a Frinape 2018, é mediante 1Kg de alimento, que será recolhido pelo Mesa Brasil do Sesc para, posteriormente, fazer a doação para uma organização social.

            Na sexta-feira, 16, os destaques são para Duca Leindecker – Turne  Baixar Armas, às  20h30min,Auditório Polo Cultura - Palco Erechim; e às 22h, o Grupo do Bola, no Palco Grandes Shows. Para esse espetáculo está se solicitando uma contribuição espontânea que será doada a uma entidade beneficiente.

A Cidade da Cultura é uma promoção da ACCIE, que teve seu projeto aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura - Lei Rouanet, sendo uma realização do Ministério da Cultura do Governo Federal, com patrocínio das seguintes empresas: Brastelha, Cassul, Cavaletti S/A, Cercena, Dimaster, Futura Agrícola, Master, Vaccaro Agronegócio, Indra, Ke Soja, Mecânica Camillo, Peccin S/A, Plaxmetal, RGE, Roos, Santa Clara, Sementes Estrela, Soccol Barbieri, Transvidal e Triel HT.  A entrada é gratuita em todos os dias do evento.

            ORQUESTRA DA ULBRA

A Orquestra de Câmara da ULBRA foi criada em 1996, sempre sob a regência do Maestro Tiago Flores, com grande destaque no cenário cultural nacional, sendo considerada uma das melhores do gênero no país. Desde então, trabalha em três linhas de projetos: Concertos Temporada (música erudita), Concertos Didáticos - para crianças de escolas públicas e Concertos Populares - mesclando a música de orquestra com a música popular.  Todos os projetos são pautados em objetivos muito bem definidos, tais como a excelência da execução e o alto nível de acabamento musical. O grupo tem recebido o reconhecimento de público e crítica.

         THOLL, IMAGEM E SONHO

            Uma mistura de cor, emoção, acrobacia e...fantasia. Assim é “Tholl, Imagem e Sonho”, espetáculo de circo-teatro consagrado nacionalmente e que, por onde onde passa , arrebata corações, ganha novos fãs e desperta, em especial nos jovens, o gosto pela arte circense. “Tholl, Imagem e Sonho” utiliza variadas técnicas circenses, faz uso de uma roupagem moderna e arrojada, numa metalinguagem teatralizada. É chamado de “Novo Circo” e está em cartaz desde 15/11/2002, já atingindo a marca de mais de um milhão e meio de espectadores.

            “Tholl, Imagem e Sonho” não utiliza texto. O corpo, a respiração e a sincronia de movimentos são elementos principais no espetáculo. Cada cena destaca o trabalho de equipe, cooperação, equilíbrio, ousadia, sonho, magia e.... .Muita alegria.  “Tholl, Imagem e Sonho” encanta e emociona platéias de todas as idades. O espetáculo tem iluminação sofisticada, dança coreografada e música vibrante e marcada.

            O espectador nota a espontaneidade e a naturalidade de cada artista, seu amor à arte e a capacidade de superação de seus próprios limites – físicos e emocionais.

“Tholl, Imagem e Sonho” liberta o espectador para que faça sua própria leitura de forma simples e sincera, transportando-o a um mundo de sonhos e fantasia, como um inexplicável momento de catarse coletiva.  “Tholl, Imagem e Sonho” é um espetáculo de circo-teatro apresentado pelo GRUPO THOLL, da cidade de Pelotas/RS.

            DUCA LEINDECKER

            Duca Leindecker iniciou a vida artística aos 13 anos de idade e, desde então, construiu uma sólida carreira como músico, compositor e escritor. No início dos anos 90 foi convidado por Bob Dylan para, ao lado de Frank Solari, abrir seus shows pelo Brasil. Com a Cidadão Quem, Duca gravou sete CD’s e um DVD e fez mais de mil apresentações pelo país, incluindo o Rock in Rio 3.

            Ao lado de Humberto Gessinger formou o Pouca Vogal. O duo lançou CD e DVD e fez mais de 250 shows pelo Brasil. Na literatura, seu primeiro livro “A Casa da Esquina” tornou-se um best-seller, com mais de 13 edições. “A Favor do Vento” e “O Menino que Pintava Sonhos” são igualmente bem sucedidos e adotados em escolas e universidades.

            Ganhou 7 troféus Açorianos de música e suas obras já foram interpretadas por artistas como Tiago Iorc, Milton Nascimento, Chimarruts, Anavitória entre outros. Duca assina também trilhas sonoras de longas metragens e séries para cinema e TV. Em sua carreira solo recente, lançou os discos “Voz, Violão e Batucada” e “Plano Aberto” (também lançado em DVD) Em 2018 chega às lojas e plataformas digitais “Baixar Armas”, seu novo disco.

Nele, Duca faz uma reflexão sobre o momento de ódio e intolerância que o país atravessa, sem deixar de lado sua leveza e seu otimismo. A tour “Baixar Armas” traz as músicas mais tocadas da carreira de Duca Leindecker ao lado da Cidadão Quem, Pouca Vogal e as novas canções, num show dinâmico e com efeitos visuais.

            Com Claudio Mattos na bateria, Maurício Chaise nas guitarras e vocais, Igor Conrad no baixo e Duca Leindecker no piano, guitarras e vocais, “Baixar Armas” é um marco na carreira deste que é um dos maiores artistas que o Rio Grande do Sul já produziu.

           

 

Programação

Dia 15 de novembro de 2018 – Quinta-feira

11h – Acústico Anna Julia – Anna Bagunceira - Palco 1º andar - Palco Castelinho

11h30min - Banda Municipal de Quatro irmãos - Frente Polo Cultura - Largo dos Ipês

13h – Grandes Clássicos da MPB e Internacional - Velha Escola - Palco 1º andar - Palco Castelinho

14h - Oficina de Contação Ilustrada - Monika Papescu - Casa Israelita   Vila Literária - SESC Estação José Bonifácio

14h - Oficina Histórico Cultural Arquivo Histórico e Biblioteca Municipal - Casa Polonesa Mini Auditório - Estação Bota Amarela

14h às 16h – Oficinas Culturais – Casa Italiana – Estação Paiol Grande

14h30min – Atria - Palco 1º andar - Palco Castelinho

15h30min - Oficina Histórico Cultural Arquivo Histórico e Biblioteca Municipal - Casa Polonesa Mini Auditório - Estação Bota Amarela

15h30min - Banda Municipal de Itatiba do Sul - Frente Polo Cultura - Largo dos Ipês

16h - Espetáculo O Jardim dos Livros Mágicos – Rogério Hoch e Beto Herrmann Palco 1º andar - Palco Castelinho

 

17h30min – Shana Muller - Palco 1º andar - Palco Castelinho

17h30min - Bate Papo Grazziotineiros: Moda em Erechim - Casa Polonesa Mini Auditório - Estação Bota Amarela

19h - Concerto Clássicos do Rock - Orquestra da ULBRA e músicos convidados: Frank Solari, Marquinhos Fê e Pedro Veríssimo - Auditório Polo Cultura - Palco Erechim

19h - Oficina de Contação Ilustrada - Monika Papescu - Casa Israelita   Vila Literária – SESC - Estação José Bonifácio

20h30min – THOLL Imagem e Sonho - Palco Grandes Shows

 

Dia 16 de novembro de 2016 – Sexta-feira

14h - Oficina de Contação Ilustrada - Monika Papescu - Casa Israelita Vila Literária – SESC - Estação José Bonifácio

14h - Roda de Conversa Tema Caminhos de Erechim:  A música - Casa Polonesa Mini Auditório - Estação Bota Amarela

14h às 16h – Oficinas Culturais – Casa Italiana – Estação Paiol Grande

15h – Espetáculo O Jardim dos Livros Mágicos - Palco 1º andar - Palco Castelinho

15h30min - Roda de Conversa Tema Caminhos de Erechim:  A música - Casa Polonesa Mini Auditório - Estação Bota Amarela

17h30min - Bate Papo Grazziotineiros: Tema Política em Erechim - Casa Polonesa Mini Auditório - Estação Bota Amarela

18h – Show Musical Dadgad - Palco 1º andar - Palco Castelinho

19h - Palestra Unimed - Casa Italiana Oficinas Culturais - Estação Paiol Grande

19h - Oficina de Contação Ilustrada - Monika Papescu - Casa Israelita Vila Literária – SESC - Estação José Bonifácio

19h30min - Concerto: Canções Memoráveis - Coral Municipal Vida e Canto & Convidados - Palco 1º andar - Palco Castelinho

20h – Expressão e Arte – Projeto Habilidades

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas