22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04

Publicidade

País

“Ele era crítico na medida certa, usava as palavras exatas com sabedoria ímpar”, comenta dirigente da Unimed sobre morte de Boechat

: Alcides Stumpf, Ricardo Boechat e a ex-senadora Ana Amélia Lemos no dia 22 de junho de 2012 no 7º
Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi/Arquivo

Morreu ontem (11) numa queda de helicóptero em São Paulo, um dos grandes jornalistas brasileiros, Ricardo Boechat, aos 66 anos.

Em 2012, no dia 22 de junho participei do 7º Fórum do Instituto Unimed em Porto Alegre no Teatro do Bourbon Country e ele foi um dos palestrantes. Mais de 600 pessoas participaram do evento tendo como tema “pensar o mundo e olhar a cidade”, desafiando todos a pensarem os fatos da geopolítica mundial, através de um ponto de vista local.

O diretor do Instituto Unimed/RS e também presidente da Unimed Erechim, Alcides Mandelli Stumpf teve contatos com Boechat e pode trocar ideias sobre vários assuntos: “Uma notícia muito triste. Era uma pessoa maravilhosa no auge da carreira. E a voz do povo se cala. Quem nos representará nos microfones agora?  Não há outro...nem parecido. Quem falará por nós? Triste indagação”. 

Alcides cita o exemplo do tema do fórum “pensar no mundo e olhar a cidade”, para definir o que representa a perda de Boechat: “ele era crítico na medida certa, usava as palavras exatas com sabedoria ímpar. Ele pensava no mundo e olhava a cidade de maneira intensa sendo uma fonte de referência nas informações que propagava todos os dias”.  

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas