22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,90
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,37 Dólar R$ 3,90

Publicidade

Cultura

Ospa apresenta concerto gratuito em Erechim

Ospa
Por Assessoria
Foto Divulgação

O município de Erechim é o segundo destino da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) pela sua Série Interior 2019. No Dia do Trabalhador, 1º de maio, os músicos se apresentam ao ar livre na Praça da Bandeira, às 19h30. O evento marca o encerramento do Centenário da cidade, comemorado no dia 30 de abril. Sob a batuta do maestro Evandro Matté, os músicos interpretam obras de Verdi, Mozart e Strauss II. O programa também destaca a trilha do filme “Piratas do Caribe” e música latino-americana. Os solos são de Raquel Fortes, renomada soprano que se apresenta com as principais orquestras do Rio Grande do Sul. A entrada é franca.

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) é a patrocinadora oficial dos concertos da Série Interior 2019 e a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo de Erechim é parceira na realização deste evento.

Sobre o programa

O concerto tem início com a trilha de “West Side Story”, o longa-metragem musical conhecido como “Amor, Sublime Amor”. A obra do compositor norte-americano Leonard Bernstein (1918-1990), maestro, escritor e professor mundialmente conhecido por popularizar a música clássica. Em seguida, os músicos interpretam trechos de óperas de Giuseppe Verdi (1813-1901): a abertura de ”Nabucco” e a ária ”Caro Nome” da ópera “Rigoletto”.  A segunda parte da apresentação destaca a obra ”Vozes da Primavera”, do compositor Johann Strauss II (1825-1899).

Na sequência, duas peças de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) são revisitadas: a abertura da ópera “Bodas de Fígaro” e “A Rainha da Noite”, consagrada ária da ópera “A Flauta Mágica”. Esta última, conta com solos da soprano Raquel Fortes, que integrou o elenco da mesma ópera na montagem realizada pelo Opera Studio do Theatro Municipal de São Paulo. A tradição latino-americana ganha relevo logo depois com a obra ‘‘Mourão’’, do compositor César Guerra-Peixe (1914-1993). A peça mais famosa do autor é inspirada na sonoridade das manifestações artísticas nordestinas e ganhou repercussão internacional.

Depois, o nacionalista Camargo Guarnieri (1907-1993), aliado do literato Mário Andrade, é rememorado com ‘‘Danças Brasileiras’’, a obra é elaborada a partir de lembranças da infância e de músicas que celebravam a abolição da escravatura. Com arranjos de Arthur Barbosa, ‘‘La Cumparsita’’, do uruguaio Gerardo Matos Rodríguez, também é executada. A peça é reconhecida como o tango mais famoso do mundo. Por fim, o repertório encerra com a trilha de ‘‘Piratas do Caribe’’, do compositor alemão Klaus Badelt (1967-).

Evandro Matté (regente)

É diretor artístico e maestro da Ospa e da Orquestra de Câmara Theatro São Pedro. Ocupa, também, o cargo de diretor artístico do Festival Internacional SESC de Música, que acontece em Pelotas. Realizou sua formação musical na Universidade Federal do RS, na University of Georgia (EUA) e no Conservatoire de Bordeaux (França). Esteve à frente de orquestras da Argentina, Uruguai, Croácia, Itália, China, Alemanha, Estados Unidos e República Checa. Foi coordenador do projeto social Vida com Arte, atendendo 250 crianças, ao proporcionar inclusão social através da música. Em 2019, foi condecorado pelo Ministério da Cultura da França pela desenvolvimento das artes em seu domínio artístico.

Raquel Fortes (Solista – soprano)

A soprano Raquel Fortes é bacharel em Canto Lírico pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Em 2015, integrou a classe de jovens cantores do primeiro Opera Studio do Theatro Municipal de São Paulo, onde trabalhou e apresentou Primeira Dama e Rainha da Noite da ópera “A Flauta Mágica”, de Mozart. Foi convidada a participar da 5ª edição da competição internacional Marcello Giordanni, na Itália, chegando à semifinal. Na UFRGS, fez parte dos elencos das óperas “Dido e Enéias” e “Orfeu”. Apresenta-se com as principais orquestras do estado. Atualmente, tem como orientador vocal o tenor Flávio Leite, além de participar de masterclasses com profissionais de carreira nacional e internacional.

A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria da Cultura do Governo do Rio Grande do Sul (Sedac/RS). Os concertos da Série Interior são patrocinados pela Corsan e pela Fundação Cultural Pablo Komlós. Os concertos da temporada 2019 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Panvel, CMPC Celulose Riograndense, Corsan, Banrisul e Grupo Zaffari. Apoio: Ipiranga, Dufrio, Audio Porto, Grupo Renner e Thyssenkrup. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedac.

Em caso de chuva, o evento será transferido para Catedral São José, localizada na Av. Maurício Cardoso, 62. Em frente a Praça da Bandeira.

 

ENTRADA FRANCA

PROGRAMA

Leonard Bernstein: West Side Story

Giuseppe Verdi: Abertura da ópera “Nabucco”

Giuseppe Verdi:“Caro Nome” da ópera “Rigoletto”

Johann Strauss: Vozes da Primavera

Wolfgang Amadeus Mozart: Abertura da Ópera “As bodas de Fígaro”

Wolfgang Amadeus Mozart: A rainha da noite da ópera “A Flauta Mágica”

César Guerra-Peixe: Mourão

Mozart Camargo Guarnieri: Danças Brasileiras

Gerardo Matos Rodríguez: La cumparsita

Klaus Badelt: Piratas do Caribe

Regente: Evandro Matté (Brasil)

Solista: Raquel Fortes (soprano, Brasil)

 

Leia também

Publicidade

Blog dos Colunistas