22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04
22°C
Erechim,RS
Previsão completa
Euro R$ 4,51 Dólar R$ 4,04

Publicidade

Erechim 101 anos

“Precisamos parar de alimentar o ódio, a intransigência e a intolerância”

Presidente da Câmara de Vereadores de Erechim, Alderi Oldra
Por Rodrigo Finardi
Foto Rodrigo Finardi

Antes de falar dos desafios para os próximos anos de Erechim, Alderi Oldra (PT), presidente da Câmara de Vereadores, relata sua alegria de estar no comando do Legislativo nos 101 anos do município: “mais de um século de história, representando todos os meus colegas vereadores é uma honra muito grande para mim”, comenta.

Reforça que dos R$ 15 milhões que a Câmara de Vereadores tem direito, com responsabilidade e economicidade, será feita uma economia de quase R$ 7 milhões ao longo do ano de 2019: “com isso é possível investir nas demandas e nas necessidades da população. Espero que as próximas gestões da Câmara façam a mesma coisa, olhando primeiro para o que é prioridade na comunidade“, pontua.

Em uma breve entrevista, defende a tolerância e a semeadura o bem, para que Erechim se harmonize em busca de seus objetivos macros:

Em sua fala, em vários discursos é possível notar que defende valores intangíveis

Alderi Oldra: Essa lógica sim. Espero que possamos construir projetos consistentes que venham atender a demanda que a cidade exige, cobra e necessita.  Precisamos parar de alimentar o ódio, a intransigência e a intolerância entre as pessoas focadas muito em siglas partidárias e esquecendo projetos maiores que podem melhorar a vida de todos os erechinenses.

Mas esses valores nem sempre são o que pensam a maioria das pessoas

Alderi Oldra: Acredito e espero que os agentes públicos e políticos com apoio da comunidade, da imprensa, consigam pensar em algo relevante na busca de soluções para os problemas, de alternativas para o desenvolvimento e acima de tudo de respeito ao próximo para que possamos somar e unir esforços para que Erechim volte a crescer.

Teve um tom político no final da sua resposta anterior?

Oldra: São coisas que acredito. Entre as demandas que chegam ao Legislativo relato a falta de moradias, a questão do Pré-Enem, da educação infantil, do Programa Mais Educação que, por mais que seja federal, o município poderia encaminhar algo semelhante a essa política mantendo as crianças mais tempo nas escolas.

Defende que as entidades sejam fortes, para que o município possa se desenvolver

Oldra:  A questão de incentivos para as empresas, da valorização das entidades e das organizações que fazem um trabalho excelente no município no intuito de auxiliar o Executivo a atender as necessidades e demandas. Se não fossem as entidades, as demandas ficariam todas para o município.

E como equalizar as questões intangíveis, com aquelas tangíveis, que possamos ver, tocar...

Oldra: Espero que esse clima de ódio diminua e que se olhe para o próprio umbigo para que possamos respeitar as diferenças. Superando isso serão construídas alternativas, independe de siglas partidárias, desde que sejam projetos relevantes e determinantes, que venham transformar e colocar Erechim novamente na rota do desenvolvimento. Isso que espero para nosso município nos próximos anos.

Publicidade

Blog dos Colunistas